Área do Corretor

Faça seu login com as suas credenciais.

Informe seu contato

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Blog

8 de setembro de 2014

Pesquisa mostra que mais de 90% dos visitantes recomendariam MT como destino turístico

Menor sede entre as 12 do Mundial, Cuiabá surpreendeu não apenas os visitantes como também a população local. Durante cerca de 15 dias, Mato Grosso recebeu aproximadamente 100 mil turistas e viveu em festa, sem qualquer grande problema. Ao final da Copa, em 24 e 25 de junho, o Instituto Vetor realizou pesquisas com turistas e moradores da Grande Cuiabá para avaliar o desempenho da cidade e, desta vez, os resultados não surpreenderam. Entre os visitantes 91,6% aprovaram a Copa em Cuiabá e, mais relevante, 91,7% afirmaram que poderiam recomendar o Mato Grosso como destino turístico. Na população local, a aprovação da Copa foi de 67%, maior do que a média nacional, de 63%, índice divulgado recentemente pelo Datafolha.

 

Para 86,3% dos entrevistados a Copa foi fundamental para as transformações que a cidade viveu e 73% avaliam positivamente estas transformações. “Os resultados da pesquisa confirmam o orgulho dos cuiabanos de termos vencido um desafio que muitos apostavam que não conseguiríamos. Reforçam a percepção do que escutamos pelas ruas, da mudança do sentimento dos moradores. Foram transformações conquistadas para a população graças à Copa do Mundo. Acredito que o Estado do Mato Grosso tem duas fases, uma pré-Copa do Mundo e outra pós. Evidenciam o esforço feito durante os últimos anos. Mostramos que o Centro-Oeste tem potencial como qualquer outra região do país para realizar um grande evento mundial. É um orgulho não só para mim, mas para todos os Mato-grossenses”, disse Maurício Guimarães, Secretário Extraordinário da Copa do Mundo em Cuiabá.

 

O que antes era medo e vergonha em sediar uma Copa do Mundo passou a ser motivo de orgulho, assim mostra a pesquisa realizada pelo Instituto Vetor, entre os dias 24 e 25 de junho, em Cuiabá, com 400 pessoas. De acordo com os números, 42% da população acreditava que a capital Mato-grossense iria passar vergonha no mundial, antes do início da competição.

 

Após os quatro jogos da Copa do Mundo disputados na Arena Pantanal, 72,5% acreditam que Cuiabá não teve motivos para se envergonhar. O mesmo Instituto de pesquisa também entrevistou 359 turistas nacionais e internacionais, no mesmo período, que vieram à cidade para assistir os jogos. A famosa hospitalidade cuiabana foi um dos aspectos mais enaltecidos pelos visitantes, 55,2% afirmaram que o ponto mais positivo de Mato Grosso são as pessoas. Mas não é só da hospitalidade que se faz uma Copa do Mundo, a Arena Pantanal, apontada pela Fifa como um dos melhores projetos, especialmente no conceito

 

de sustentabilidade, é considerada por 77,4% dos visitantes e por 74,8% dos moradores da Grande Cuiabá um estádio com o mesmo nível dos melhores do mundo. Entre os turistas entrevistados, 85% estavam em Cuiabá pela primeira vez e entre os brasileiros, apenas 47,1% já conheciam o estado. Além da capital, os mesmos visitantes aproveitaram a estadia na cidade para conhecerem lugares turísticos como Pantanal e Chapada dos Guimarães, respectivamente 32% e 30,6% dos entrevistados foram até os pontos. Esses altos percentuais de aprovação se refletem também no movimento econômico trazido pelo mundial. Segundo o relatório de turismo dos cartões Visa, em Cuiabá, houve um aumento de 963% maior em gastos com cartões da mesma bandeira se comparado a 2013.

 

O maior crescimento entre as 12 cidades-sedes. Além de um aquecimento econômico local, a Copa do Mundo também trouxe diversas melhorias e transformações no quesito mobilidade urbana. Reconhecimento mundial, desenvolvimento da cidade e obras de mobilidade são os grandes aspectos positivos citados pela população local e somam 51,4% do total.

 

FONTE: Sedtur / Secopa

Inscreva-se em nossa newsletter!

E receba promocões e novidades do mercado de ímovel no seu email

Central de Vendas
(65) 3627.5555
Assessoria de Imprensa
(65) 3056.7280
Locação
(65) 3056.7219