Área do Corretor

Faça seu login com as suas credenciais.

Informe seu contato

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Blog

26 de dezembro de 2018

Quais são as previsões para o mercado imobiliário em 2019?

Após anos de recessão e dificuldades de manter uma perspectiva de crescimento, o mercado imobiliário em 2019 aponta como algo bem mais animador do que o visto nos últimos tempos.

O governo tem se esforçado para contornar o encolhimento do setor, que é importante para a economia nacional, e o cenário econômico está mais favorável para compra e venda de imóveis do que anteriormente.

Neste post, vamos destrinchar para você os principais pontos relativos às previsões do mercado imobiliário para o próximo ano. Confira!

Perspectiva de oferta de crédito barato para construção e aquisição de imóveis

Com os esforços que o governo tem feito para reaquecer a economia e retomar o crescimento, a previsão é a de que entremos em 2019 com uma perspectiva de oferta de crédito barato para construção e aquisição de imóveis.

As próprias transformações no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), com aumento no limite de financiamento de imóveis pelo Sistema Financeiro de Imobiliário (SFI) e Sistema Financeiro de Habitação (SFH) foram pontos importantes desses novos ares que estão para vigorar em breve.

O limite de R$ 950 mil, que era o teto praticado por todo o país, foi expandido para R$ 1,5 milhão. Tal medida aquece toda uma rede produtiva relativa ao mercado imobiliário, propiciando um número maior de compradores e, consequentemente, mais construções e geração de empregos.

Até mesmo os imóveis que estavam parados esperando a chegada de consumidores estarão mais propensos a serem vendidos dentro desse cenário. Com esse clima positivo, a oferta de crédito diminui seu custo para o comprador, que terá maior tranquilidade ao assumir um financiamento.

Redução na taxa básica de juros

Outro fator importante que trará novo fôlego ao mercado imobiliário de 2019 é a redução na taxa básica de juros. Isso é algo decisivo para alguém que vai assumir um compromisso financeiro de longo termo como a compra de um imóvel.

Com o aumento do crédito e baixa nas taxas, o governo faz com que mais pessoas se sintam encorajadas a comprar e predispõe o mercado a atender essa demanda. Para se ter uma ideia, no panorama macroeconômico, a taxa básica de juros ficará próxima de 8% ao ano, um índice favorável se comparado a anos anteriores, quando atingiu níveis como 11% e 12%.

Em uma perspectiva de longo prazo, o comprador pode economizar mais de R$ 100 mil se compararmos aos juros praticados nos anos precedentes. Para um imóvel de mais de R$ 300 mil, por exemplo, o consumidor pode economizar até R$ 50 mil assumindo um contrato nas novas condições estipuladas pelo governo.

Inflação estabilizada

Dos pontos positivos das mudanças que despontam para 2019, destacamos também um cenário de inflação estabilizada em torno dos 3% a 4% ao ano. Um nível baixo como esse é algo incomum perto do que tem sido os anos mais recentes da economia brasileira, trazendo um ar de otimismo ao mercado imobiliário.

Obviamente, esse é um outro aspecto que ajuda o comprador a economizar no valor final de seu financiamento, pois quando a inflação está alta, isso impacta tanto nos juros que pagará ao banco (ou qualquer instituição financeira) quanto na sua vida de uma forma geral, com a alta de preços nos itens de consumo diversos.

Isso fazia também que o consumidor se tornasse mais comedido em se lançar em um investimento de alto custo como a compra de um imóvel. Sabendo que não arcará com juros exorbitantes e nem encolhimento de sua renda, o comprador se torna mais confiante para realizar o sonho da casa própria ou mesmo encarar o financiamento de um imóvel como um investimento.

Aumento na renda

Se o mercado imobiliário aquece e a economia melhora, podemos esperar um crescimento mais generalizado do poder de compra no país. Com o aumento da renda e valorização da moeda, as pessoas se tornam mais propensas a tirar da gaveta projetos e sonhos importantes como a compra de um imóvel.

Quando a inflação está alta, os produtos e serviços dos mais variados tipos encarecem e o cenário econômico se torna angustiante para a maioria da população. Isso leva obviamente à perda de empregos e demais consequências negativas que impactam gravemente a renda de milhões de brasileiros.

Com as transformações positivas que estão por vir com o novo ano pós-eleições, poderá haver um aumento na renda por meio da reversão desse cenário de pessimismo que vigorava até algum tempo atrás. Isso também traz mais segurança para quem comprar um imóvel e contribui positivamente para uma melhoria do mercado imobiliário de uma forma geral.

Possibilidade de comprar um imóvel como investimento

Com um panorama econômico menos apertado, a possibilidade de enxergar um imóvel não só como uma moradia, mas também investimento, torna-se mais ampla. Afinal, quando se tem condições vantajosas de negociação, deve-se aproveitar delas enquanto ainda estão à mão para não perdê-las mais à frente.

Assim, mais vantajoso do que simplesmente assumir o financiamento de um imóvel usado, que poderia sair mais barato, mas valer pouco na revenda ou mesmo aluguel, o comprador pode pensar maior e investir na aquisição de uma propriedade nova, a fim de obter melhores resultados.

Outra questão relativa a isso é que muitas pessoas que estão há um bom tempo querendo vender seus imóveis poderão achar compradores, e, por sua vez, utilizarão do dinheiro dessa venda para adquirir imóveis melhores e realizar investimentos mais significativos nesse setor.

Toda essa movimentação na cadeia produtiva do mercado imobiliário irá fortalecê-lo e fazer com que muitas oportunidades de negociação positivas apareçam. Organizar as finanças para se preparar para esse cenário é essencial, a fim de estar em condições de aproveitar as boas chances que aparecerão.

Agora que você já tem as informações corretas, não perca mais tempo e já comece a se planejar para os frutos preciosos que poderão ser colhidos no próximo ano. Passada a turbulência política e estabilizada a perspectiva econômica, que é benéfica, muitos desdobramentos favoráveis poderão ser alcançados por quem pensa em comprar um imóvel.

Se você gostou de saber quais são as previsões para o mercado imobiliário em 2019, aproveite para assinar nossa newsletter e continuar por dentro do melhor conteúdo sobre imóveis.

Inscreva-se em nossa newsletter!

E receba promocões e novidades do mercado de ímovel no seu email

Central de Vendas
(65) 3627.5555
Assessoria de Imprensa
(65) 3056.7280
Locação
(65) 3056.7219