Área do Corretor

Faça seu login com as suas credenciais.

Informe seu contato

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Blog

4 de abril de 2018

Como reduzir os gastos no orçamento familiar e adquirir um imóvel melhor?

Chega um momento em nossas vidas que precisamos priorizar a comodidade, praticidade e bem-estar. Reduzir os gastos no orçamento familiar para comprar um novo imóvel, mais espaçoso e com melhor localização, pode ser a solução.

Se você está passando por esse momento, mas ainda não sabe como juntar dinheiro para conseguir adquirir um novo imóvel em um bairro melhor, confira, a seguir, algumas dicas para realizar seu sonho.

1. Organize uma planilha de receitas e despesas

O primeiro passo para conseguir reduzir gastos no orçamento da família é montar um fluxo de caixa pessoal, para entender sua dinâmica financeira e iniciar um planejamento econômico.

Organizar uma planilha com todos os seus gastos é primordial para analisar quais são suas receitas e despesas mensais, classificar seus custos, por exemplo, em contas fixas, investimentos, em lazer e definir o que pode ser economizado.

Para distribuir essas informações de maneira clara e coerente, use uma planilha de Excel ou aplicativos de gerenciamento de finanças disponíveis para Android e iOS. Alguns aplicativos são: GuiaBolso, Moni, Wally+, Finance, Organizze, ZeroPaper, Minhas economias, Finance Plus e Orçamento Inteligente.

2. Defina um objetivo financeiro

Como grande parte das linhas de crédito permite financiar até 80% do preço do imóvel, o próximo passo é definir o valor do imóvel a ser adquirido e ter como objetivo juntar, pelo menos, 20% desse total para dar entrada no financiamento.

Para alcançar sua meta, é aconselhável poupar ao menos 30% da sua renda, cortando despesas e aumentando sua receita.

3. Faça cortes estratégicos

Com o fluxo de caixa organizado e as receitas e gastos classificados, defina quais são os custos que podem ser cortados. Reduzir contas mensais de água e luz, negociar um novo pacote de TV a cabo e internet e controlar a conta de celular e telefone são algumas dicas

Combustível também é uma despesa que pode ser reduzida. Aproveite a oportunidade para andar de bicicleta ou faça um esquema de carona com os colegas de trabalho. Além de economizar, você contribuirá com a redução de emissão de poluentes no meio ambiente e cuidará melhor da sua saúde.

Revise também as despesas com lazer. Diferentemente do que muitas pessoas pensam, não é preciso acabar com a diversão da família, mas escolher alternativas mais econômicas do que os hábitos usuais.

Em vez de sair com os amigos para um restaurante ou bar, por exemplo, convide a galera para jantar na sua casa. Os gastos com comida e bebida serão, pelo menos, 50% menores e a diversão será a mesma ou até maior, já que você ficará mais à vontade na sua própria casa.

Deixe de terceirizar serviços que você mesmo pode fazer. Assuma a limpeza da sua casa, a manutenção do jardim, a manicure e pedicure. Além disso, corte compras de itens supérfluos como cafezinhos, lanches da tarde, doces, roupas e sapatos em excesso, entre outros. Parecem gastos irrisórios, mas, quando somados, podem fazer a diferença no orçamento total.

Outra dica importante é cortar o cartão de crédito. Ele nunca deve ser a principal forma de fazer compras, pode ser considerado apenas uma segurança no caso de surgir emergências financeiras.

Ao comprar com cartão de crédito, não sentimos o dinheiro sair do bolso, por isso aumentamos as compras por impulso e economizar torna-se uma tarefa muito mais difícil.

4. Quite suas dívidas

Antes de assumir mais um compromisso financeiro, pague todas as parcelas que ainda não foram quitadas, principalmente as de maior valor. Caso tenha dívidas mais complexas, procure renegociá-las para garantir menores juros e maior prazo de pagamento.

Arcar com mais uma despesa, como um financiamento de imóvel, sem antes zerar seus compromissos financeiros, pode gerar uma bola de neve e o controle da situação poderá fugir de suas mãos.

5. Aumente sua receita

Se as suas finanças já estiverem bem controladas e encontrar gastos para cortar for uma tarefa difícil, uma boa alternativa é achar uma maneira para aumentar sua renda ao final do mês. Conseguir um emprego extra ou trabalhar como freelancer, transformando um hobby em uma atividade rentável, são algumas saídas.

Outras sugestões são:

  • dar aulas particulares;

  • vender bolos, doces ou marmitas;

  • produzir textos como redator freelancer;

  • atuar como fotógrafo;

  • trabalhar em eventos aos finais de semana, entre outras alternativas.

Mas lembre-se, todo o dinheiro extra conquistado deve ser destinado exclusivamente à compra do novo imóvel.

6. Poupe 30% da renda

Realizar o sonho de comprar um imóvel melhor exige sacrifícios. Quanto mais você economizar, mais rápido transformará o sonho em realidade e menores juros pagará durante o financiamento. Além disso, criará o hábito de viver com menos, necessário para pagar as parcelas do financiamento, que pode durar até 30 anos, dependendo do prazo negociado.

Uma opção inteligente para poupar é economizar direto na fonte e destinar 30% da sua renda mensal para uma aplicação. Existem várias alternativas possíveis para fazer o dinheiro render, as principais delas são:

  • poupança: um tipo de investimento seguro, mas com baixo rendimento. O dinheiro é de fácil acesso e pode ser resgatado a qualquer momento;

  • consórcio: uma das modalidades mais indicadas para compra planejada de imóveis, porque permite organizar o pagamento mensal, sabendo quanto vai investir e durante quanto tempo. Ele não gera surpresas e inseguranças, já que na contratação são apresentadas as parcelas mensais, prazo total e as taxas de administração. Além disso, não incide juros como nos financiamentos bancários;

  • investimentos: podem apresentar altos riscos e geralmente necessitam de um longo prazo para serem rentáveis, impedindo o acesso fácil ao dinheiro. Para escolher a melhor opção, conte com a ajuda de um profissional especializado na área.

​Agora que você já sabe quais são os principais passos para poupar dinheiro e adquirir um imóvel mais confortável e com melhor localização, arregace as mangas e comece a colocar em prática as dicas.

Em pouco tempo você conseguirá organizar suas finanças, reduzir os gastos no orçamento familiar e, quando menos esperar, terá o valor necessário para investir na compra da casa própria.

Gostou das dicas? Então, aproveite a visita em nosso blog e confira também as vantagens de comprar um imóvel pronto. O que acha?

Inscreva-se em nossa newsletter!

E receba promocões e novidades do mercado de ímovel no seu email

Central de Vendas
(65) 3627.5555
Assessoria de Imprensa
(65) 3056.7280
Locação
(65) 3056.7219