Área do Corretor

Faça seu login com as suas credenciais.

Informe seu contato

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Blog

20 de julho de 2012

Designers dão dicas de decorações criativas sem pesar no orçamento

Sugestões simples transformam os ambientes do lar, conferindo estilo e personalidade. Para isso, é preciso investir na criatividade, dando novas utilidades a peças antigas.

Muita gente acredita que decorar a casa é um luxo que não cabe no orçamento. No entanto, há várias opções para deixar o lar criativo, com estilo e o melhor: gastando pouco. Profissionais do segmento estão de olho no aumento pela busca por recursos de decoração com um custo mais baixo e oferecem dicas e ideias que atendem a todos os públicos. Uma das soluções que garantem bom resultado é complementar o mobiliário existente com peças compradas. Isso ajuda a agregar criatividade, recriando uso para peças que fazem parte da história da família.

Para a decoradora Patrícia Satler, esse artifício permite dar vida nova a móveis antigos. “Uma cliente herdou dos pais duas máquinas de costura, mas não queria reutilizá-las de maneira comum. Então, as desmontei e criei várias peças que mudaram de conceito e utilidade. O resultado foi excelente. Consegui uma base de mesa bem incomum, um suporte de chaves, um revisteiro etc.”, explica, dando exemplo de como a criatividade pode ajudar a renovar a decoração.

A remodelação de móveis é uma alternativa destacada também pelo designer de interiores Luiz Carlos Landim. “Para um sofá usado, a compra de uma nova capa feita sob medida. Uma cômoda antiga após receber demãos de tinta pode se tornar uma peça-chave do projeto. Os adornos e tapetes podem ser comprados facilmente em lojas de departamento voltadas para esse segmento ou mesmo em feiras de artesanato”, comenta.

Alterar o leiaute, personalizar objetos e móveis e garimpar objetos em feiras de artesanato e antiquários são boas opções para mudar a casa, segundo a designer de interiores Ana Karina Chaves. “Em relação a mandar fazer ou comprar pronto, isso dependerá muito de cada caso. Às vezes, o que é personalizado, exclusivo, pode custar mais caro ou não. Não existe uma regra.”

A designer de interiores Carla Fontoura confirma que ter um móvel projetado especialmente para ficar em um determinado lugar da casa pode ser uma opção bem econômica. “Ele vai atender exatamente as necessidades do morador. Por outro lado, comprar móveis prontos também é uma ótima opção. O ideal é garimpar nas liquidações. Várias lojas oferecem móveis incríveis a preços convidativos para renovação do showroom. Vale a pena ficar de olho naquela sua loja preferida e ir conferir de perto.”

Em relação às demais peças de decoração, o melhor é investir em alternativas que só tenham de ser substituídas caso estejam desgastadas pelo tempo. “Quando o assunto é adornos e tapetes, os produtos clássicos, de design e atemporais são o melhor investimento. Não vão sair de moda e você cria uma base neutra para qualquer objeto mais fashion”, recomenda Carla.

A revitalização de móveis antigos, quando fabricados com material de qualidade, também é bem-vinda, segundo a designer de interiores. “Móveis antigos, de madeira de boa qualidade, podem receber acabamentos em laca ou pinturas especiais de cores diversas e se transformar em uma peça única de encher os olhos, dando vida nova para a casa”, indica. Mas, para que essa solução dê certo, é preciso cuidado ao contratar a empresa ou o profissional responsável pelo serviço. “Ele deve ser feito por empresa especializada e com referência no tipo de trabalho a ser realizado”, ressalta.

Com relação às paredes, alternativas também não faltam. De acordo com Carla Fontoura, atualmente, a indústria de tintas oferece opções das mais diversas cores e texturas. “Outra opção são os papéis de parede, que, num piscar de olhos, mudam qualquer ambiente, sem poeira ou sujeira.” O mesmo vale para os pisos, que têm soluções práticas e que surtem grandes efeitos. “Para o revestimento, a grande vantagem são os vinílicos. Podem ser encontrados em diversos padrões, inclusive os madeirados, e ser instalados sobre pisos já existentes: cerâmicos, mármores e granitos e até sobre contra piso de argamassa.”

Inscreva-se em nossa newsletter!

E receba promocões e novidades do mercado de ímovel no seu email

Central de Vendas
(65) 3627.5555
Assessoria de Imprensa
(65) 3056.7280
Locação
(65) 3056.7219