Área do Corretor

Faça seu login com as suas credenciais.

Blog

15 de fevereiro de 2018

Saiba como escolher acabamentos para apartamento na planta

Os acabamentos são partes importantes da estética de qualquer ambiente, afinal, são a base da decoração. Diante de tantas opções disponíveis no mercado, fazer a melhor escolha pode ser uma tarefa desafiadora. Definir os acabamentos para apartamento na planta, por exemplo, é uma situação que requer a análise de uma série de fatores.

Continue acompanhando este post e descubra quando a troca dos acabamentos é uma boa ideia e quais são os mais indicados. Boa leitura!

Qual é o acabamento padrão dos imóveis na planta?

Antes de responder a essa pergunta, é importante entender como funciona a compra/venda de um apartamento na planta. Ao comprar um imóvel na planta, na verdade, você está financiando, junto aos demais compradores, a construção do empreendimento.

Para tornar o objeto de compra, que ainda não está construído, mais atraente, recursos como maquete, projeto e até mesmo modelos decorados são utilizados. Com isso, o comprador consegue observar detalhes do que está sendo prometido pela construtora.

Esses recursos permitem, portanto, verificar os detalhes do imóvel. Nas maquetes, até o material das janelas e portas é reproduzido em alguns casos. A questão, no entanto, não é a função da maquete, do projeto ou do modelo decorado, mas, sim, a padronização.

Por uma questão até mesmo de prazo, os empreendimentos desse tipo seguem um padrão na hora da construção. Isso significa que todos os apartamentos de um prédio, por exemplo, têm os mesmos acabamentos e características — ambos definidos pela construtora.

Obviamente, questões como acabamento não seguem um padrão, pois cada empresa tem as suas regras. Por isso, verifique esses detalhes com a construtora responsável pelo seu imóvel. Caso o acabamento não seja o esperado, é possível solicitar algumas alterações.

É possível negociar com a construtora?

Algumas empreiteiras permitem a modificação dos acabamentos, mas geralmente é estipulado um prazo para que sejam feitas as solicitações. De modo geral, a personalização é uma possibilidade e uma das vantagens de adquirir um imóvel na planta. Portanto, a resposta é sim.

Aliás, essa é a melhor opção para quem deseja deixar o apartamento com a sua cara. As alterações no projeto da construtora são a solução para evitar as temidas reformas após a entrega.

É possível trocar os pisos, as tintas e até mesmo o lugar de algum cômodo, como a área de serviço. O objetivo dessa negociação é evitar uma alteração prejudicial ao prédio e gastos duplicados com material.

Assim, você pode negociar as alterações com a construtora. Eliminar paredes, trocar o piso, mudar o acabamento do teto. Enfim, basta analisar quais são as adaptações necessárias e fazer a solicitação.

Alguns proprietários buscam o auxílio de um arquiteto e/ou decorador para tomar essa decisão. Então, essa pode ser uma boa estratégia para evitar arrependimentos, visto que as alterações farão parte do imóvel por um longo período.

Vale a pena trocar o acabamento?

Essa é uma questão bastante pessoal, mas alguns fatores podem direcionar a sua decisão. Para isso, em primeiro lugar, verifique o acabamento oferecido pela construtora. Se ele realmente não agradar, negociar a troca é, de longe, a melhor opção.

Isso porque vai evitar trabalho e gastos desnecessários. Imagine a seguinte situação: apartamento novinho entregue, acabamento padrão e planos para uma reforma. Parece combinar? Certamente não.

Então, se o acabamento for do seu agrado, não perca tempo e já solicite alterações. Além de garantir um imóvel personalizado e de acordo com as suas necessidades, também evita o estresse que acompanha a reforma após a entrega das chaves.

Personalizar o imóvel quando ele ainda está em fase de construção é menos complexo do que após a conclusão. Por isso, aproveite a possibilidade de participar do projeto e escolha bem os acabamentos. Essa atitude fará a diferença no futuro.

Em alguns casos são disponibilizados “kits de acabamento”. Eles são, basicamente, kits prontos. Caso não estejam de acordo com o que você imagina, ainda é possível negociar outras mudanças. No entanto, é importante ressaltar: todas respeitando as restrições legais.

Qual é a vantagem de escolher acabamentos para apartamento na planta?

Muitas vantagens. No entanto, duas são principais: personalização e economia. Pense: você paga por um imóvel e, ao entrar para morar, percebe que ele não tem a sua cara.

Imagine, ainda, que logo após essa mudança o plano é adaptar o imóvel aos desejos da família. Obviamente, sairá consideravelmente mais caro do que alterar quando o imóvel ainda estiver em fase de construção.

Escolher o acabamento, portanto, garante que, ao entrar no imóvel, a sensação seja de conforto e tranquilidade.

Quais são os acabamentos mais indicados?

Verificou os detalhes com a construtora e percebeu que o acabamento oferecido não reflete o seu gosto? Não tem problema. O mercado tem muitas opções e certamente alguma deixará o imóvel do seu jeito.

Quando se fala em acabamento, muitas coisas merecem atenção: pisos, bancadas, tetos, tomadas, torneiras. No entanto, um desses desempenha papel de destaque no imóvel: o piso. Trata-se de um acabamento presente em todo o imóvel e que, para ser modificado, exige mais esforço.

Se essa é a sua preocupação, saiba que a indicação está vinculada especialmente ao cômodo onde o piso será instalado. Isso quer dizer que há aqueles indicados para espaços com menor circulação, como os quartos, e aqueles indicados para áreas mais úmidas, como o banheiro.

Assim, o primeiro passo para descobrir o acabamento ideal é analisar o local. Encerrada essa parte, a próxima é verificar os detalhes referentes à instalação. Quem vai instalar? Pretende contratar mão de obra especializada?

A limpeza é outro fator que merece atenção nesse momento de decisão, assim como a manutenção. O porcelanato e os pisos cerâmicos, por exemplo, podem ser lavados com bastante água, ao contrário do laminado e do vinílico.

Agora que você já conhece o que deve colocar na balança na hora de tomar a decisão, conheça os tipos de piso:

Piso vinílico

Ecologicamente correto, é resistente e agradável sob qualquer temperatura. Além disso, é antialérgico e apresenta alta durabilidade. Para os apartamentos, tem outra vantagem: não faz barulho ao andar, o que evita incômodo aos vizinhos.

Sobre a limpeza e manutenção, a dica é não arrastar demais os móveis nem molhar muito para não danificar.

Piso laminado

Disponível em diversas cores, esse modelo é indicado apenas para ambientes não úmidos. Ao contrário do vinílico, pode fazer barulho ao andar.

No quesito limpeza, o contato com a água deve ser evitado. Um pano úmido é o ideal para remover o pó.

Porcelanato

Famoso por proporcionar diferentes acabamentos, é encontrado em diversas texturas, tamanhos e cores. A vantagem desse tipo de acabamento é o fato de se adaptar aos diferentes ambientes. Ou seja: é uma boa opção para todos os cômodos.

Embora resistente, exige cuidados. Evite os produtos químicos agressivos e tenha cuidado com a queda de objetos pesados, pois podem quebrar ou danificar.

Escolher acabamentos para apartamento na planta não é uma tarefa tão complexa, percebeu? Basta equilibrar as opções disponíveis com as suas necessidades e desejos. O importante, no final, é ter um imóvel com a sua cara e confortável para a família, exatamente como um lar deve ser!

Gostou de saber mais sobre acabamentos para apartamento na planta? Então compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a também descobrirem as possibilidades quando o assunto é acabamento!

Inscreva-se em nossa newsletter!

E receba promocões e novidades do mercado de ímovel no seu email

Ligamos
para você
Central de Vendas
(65) 3627.5555
Assessoria de Imprensa
(65) 3056.7280
Locação
(65) 3056.7219