Área do Corretor

Faça seu login com as suas credenciais.

Informe seu contato

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Blog

21 de dezembro de 2012

Construção, economia e meio ambiente

Com a tendência de construir cada vez mais obras sustentáveis, o crescimento no setor da construção civil, só em 2006% teve um aumento de aproximadamente 11,6%, um faturamento de 35 bilhões. Ao analisar o aumento sustentável, é nítido o incentivo e o desenvolvimento de projetos e de novas tecnologias que se ajustam à diminuição da geração de detritos e, o uso coerente de recursos naturais, tais como a energia e a água, ou até mesmo materiais ambientalmente corretos que originam parâmetros para o balanço ambiental do prédio.

 

Para o engenheiro Antonio A. Guimarães, a tabela de materiais substituíveis é bem grande, “além da redução de resíduos, trabalhar com produtos como, telhas feitas de caixinhas de leite ou PVC e até mesmo, asfaltos e calçadas com pneus são algo de extrema importância para o meio ambiente, além do impacto na economia do país”, afirmou o profissional.

 

Por estar conectado ao desenvolvimento da economia, o setor representa 15,5% do Produto Interno Bruto – PIB e emprega cerca de 15 milhões de pessoas, além de ganhar atenção do governo, afinal gera emprego e não depende do mercado externo, tanto que o governo estipulou juros prefixados no Sistema Financeiro de Habilitação – SFH.

 

A discussão é o meio ambiente, uma questão de consciência.Obras Sustentáveis economizam água e energia, pois é corretamente plausível suprir sistemas construtivos.O importante é utilizar materiais e acabamentos que não são causadores de grande impacto ambiental, assim não danificam a natureza nem a saúde do ser humano que trabalhará na obra.

Inscreva-se em nossa newsletter!

E receba promocões e novidades do mercado de ímovel no seu email

Central de Vendas
(65) 3627.5555
Assessoria de Imprensa
(65) 3056.7280
Locação
(65) 3056.7219