Área do Corretor

Faça seu login com as suas credenciais.

Informe seu contato

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Blog

15 de março de 2013

Fiéis iniciam comemorações da festa de Nossa Senhora da Guia

As festividades em homenagem à Nossa Senhora da Guia iniciaram no dia 08 de março, às 4h30, com uma procissão religiosa, de saída na Igreja Nossa Senhora do Carmo, centro da cidade. A festa católica tem 121 anos de tradição e reverencia a Santa da Guia, padroeira da cidade. Os festejos são um exemplo de tradição e fé entre os devotos católicos da paróquia.

A procissão marca o início das atividades, que até o mês de maio contará com passagens de bandeira, novenas e missas direcionadas para diversos segmentos sociais como motoristas, professores, profissionais da saúde e desempregados. De acordo com o padre Marcos Almeida, que coordena as comemorações, a festa é um dos maiores pontos de devoção à Nossa Senhora e faz parte da história e da cultura do povo mato-grossense.

 

“A festa da padroeira é um momento único, onde todos os fiéis se mobilizam e fortalecem a fé. A procissão de abertura, assim como as novenas e missas são momentos de renovação e reflexão para o povo de Deus”, enfatizou. Todos os anos, a festa conta com a escolha de um rei e uma rainha que representam os migrantes que são acolhidos por Várzea Grande e os nativos da cidade.

Neste ano de 2013, os migrantes são homenageados por meio da rainha Maria de Fátima Almeida, natural de Minas Gerais e residente há décadas em Várzea Grande. O rei é Alvarino Rodrigues de Arruda, advogado várzea-grandense nascido no bairro Engordador. A tradição da escolha tem a iniciativa de pregar a união entre os povos e o respeito entre as diversas crenças, cores e raças que ajudaram a construir a cidade industrial.

Passagem da bandeira -Sábado ,09, teve início a passagem da bandeira de Nossa Senhora da Guia. A previsão era que percorresse, a partir das 8h, a Avenida Fillinto Muller, em Várzea Grande, visitando residências e comércios. A tradição, carregada de simbologia e religiosidade, é realizada por grupos de fiéis católicos que levam mensagens de paz e orações até os locais visitados pela bandeira.

 

Até o mês de abril a bandeira passará também pelos bairros Ipase, Jardim Imperador, Figueirinha, Pirinéu, Planalto Ipiranga, 24 de Dezembro, pelas ruas Salin Nadaf e Santo Antônio, além das Avenidas Couto Magalhães e Alzira Santana.

Inscreva-se em nossa newsletter!

E receba promocões e novidades do mercado de ímovel no seu email

Central de Vendas
(65) 3627.5555
Assessoria de Imprensa
(65) 3056.7280
Locação
(65) 3056.7219