Área do Corretor

Faça seu login com as suas credenciais.

Informe seu contato

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Blog

18 de março de 2013

Governo espera recuperar fôlego do PIB com setor de construção civil

Segmento entra duas vezes no cálculo das riquezas do país e por isso técnicos do Ministério da Fazenda acreditam que impulsioná-lo pode ser determinante para que o país alcance taxas de crescimento mais robustas.

 

Com receio de que a economia patine novamente em 2013, o governo vai apostar suas fichas no setor de construção civil para impulsionar o Produto Interno Bruto (PIB) e não repetir o resultado frustrante do ano passado, uma expansão de apenas 0,9%.

 

Como o segmento entra duas vezes no cálculo das riquezas do país — na indústria e nos investimentos —, técnicos do Ministério da Fazenda acreditam que impulsionar o segmento pode ser determinante para que o país alcance taxas de crescimento mais robustas no decorrer deste ano.

 

Para isso, em 28 de dezembro, o Executivo publicou a Medida Provisória 601, que desonera e dá outros benefícios às empresas do ramo. Mas os incentivos começam a ter efeito a partir de abril.

 

Para o governo, a construção civil se tornou tão importante que, durante 2012, a equipe econômica turbinou a concessão de crédito imobiliário por meio dos bancos públicos, reduziu os juros e tentou dar agilidade aos programas sociais que envolvem o sonho da casa própria.

Inscreva-se em nossa newsletter!

E receba promocões e novidades do mercado de ímovel no seu email

Central de Vendas
(65) 3627.5555
Assessoria de Imprensa
(65) 3056.7280
Locação
(65) 3056.7219